Quem Habitará?

Crente que é Crente!
September 25, 2017

Quem Habitará?

O Salmo 15 verso 01 traz duas perguntas que como se diz por ai: “Não querem calar!” Quem realmente é digno de carregar consigo o nome de Servo do Deus vivo! Perguntas como estas feitas no salmo 15 parecem não ter importância nenhuma nos dias de hoje. Ao caminharmos pelas vidas dos milhares de evangélicos que a cada dia mais engrossam as fileiras do chamado “Exército dos Céus” temos a nítida impressão de que ninguém realmente se preocupa quando, como e se vão realmente habitar no santuário do Senhor, depois da primeira morte!

Estamos vivendo a era tecnológica, da informação ao apertar de um botão, e o que tentam nos passar e que já não podemos mais perder tempo, pois, a vida e curta e temos que cumprir uma série de exigências que a sociedade nos impõe, caso contrário, somos excluídos do círculo social vigente, ficando “à margem da sociedade”. Prega-se atualmente que não podemos ficar isolados do mundo, afinal, foi o próprio Jesus quem disse isto! Jo 17:15. Temos que viver neste mundo selvagem e lutar pela nossa sobrevivência, pois “somos cabeça e não cauda!” Dt 28:13.

Porém maior do que toda esta verdade é a verdade de que devemos ser Sal e Luz. Somos agentes de uma missão que segundo a palavra de Deus os anjos gostariam de realizar. Missão esta que tem ficado à margem de nossas vidas, enquanto vivemos cada dia, preocupados com o tesouro que pode ser corrompido pela traça e pela ferrugem. Mt 6:19.

Temos olhado para estas perguntas do Salmo 15 sem nos importarmos realmente com a resposta, achando que o amor de Deus irá permitir que qualquer pessoa possa morar nos tabernáculos eternos! Porém, a resposta que vem a seguir no salmo traz uma lista que me assusta quando a comparo com a vida dos evangélicos pós-modernos que vivem preocupados com seu sucesso temporal.

Houve um tempo em que ser “Protestante” era sinônimo de honestidade e retidão. Infelizmente hoje, com o aumento do número de evangélicos tem crescido também a imagem de que somos cada vez mais parecidos com o mundo, como se estivéssemos nos “conformando com o presente século”.

Os atributos morais que pautavam a vida de um crente em Cristo há alguns anos atrás deram lugar à teoria maquiavélica do fim justificando os meios e ao consumismo desenfreado pregado pela pós-modernidade.

“Habitar no tabernáculo do Senhor, é coisa para se pensar depois; neste momento, precisamos de estabilidade”. Pensando assim, a conduta moral que fazia toda a diferença vem se misturando com as visões mundanas e distanciando o povo de Deus da real conduta que um cristão deve seguir, fazendo da Nação Santa apenas mais um grupo étnico, que como qualquer outro tem seu preço pago em moeda corrente.

Que Deus tenha misericórdia de seu povo, e que possamos avaliar a resposta dada as duas perguntas no salmo 15 revendo nossa conduta a fim de responder os positivamente quando olharmos para a resposta trazida no salmo mostrando quem realmente vai habitar no Santo monte do Senhor. Que possamos dizer com a mente limpa e o coração puro: Eu vou habitar no santuário do Senhor.

AMÉM!

Wilhan José Gomes

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *